ūüĆŅ O estado-da-arte do Bluetooth para comunica√ß√£o em 2021

Fiquei indignada com Headsets, Bluetooth e √°udio horr√≠vel nas liga√ß√Ķes.

Tecnologia sem fio está mais em pauta do que nunca com a migração para trabalho remoto e popularização dos Earbuds TWS (leia-se airpods e similares). No entanto, a tecnologia não avançou o suficiente na qualidade de áudio em geral mas, principalmente, na qualidade de comunicação.

Parafraseando um cliente que avaliou um fone bluetooth de uma marca famosa na Amazon:

Em vez de "plug and play" recebemos "buy and pray".

TL;DR

Esse √© um resumo em t√≥picos, pule-o se n√£o quiser spoilers e preferir ler minhas divaga√ß√Ķes por completo.

Por que o som dos headsets sem fio bluetooth √© t√£o horr√≠vel durante liga√ß√Ķes?

Al√©m de dias sombrios, a pandemia trouxe outro problema: com o despreparo das empresas para o trabalho remoto e a comunica√ß√£o ass√≠ncrona, come√ßaram a surgir infinitas reuni√Ķes que resultam em horas e horas utilizando fones de ouvido e causando uma dor de cabe√ßa imensa diariamente.

Isso me fez decidir deixar de lado meu velho amigo com fio e buscar alternativas que me dessem mais mobilidade e fossem mais leves para aguentar um dia inteiro de trabalho.

Com tantas pessoas na rua utilizando fones sem fio como acessorios tive a ilus√£o de que seria super simples.

N√£o foi.

Ent√£o vou tornar p√ļblica uma obsess√£o recente minha: por que, em 2021, ainda n√£o √© poss√≠vel fazer uma chamada de v√≠deo com um fone sem fio sem parecer o √°udio de um r√°dio dos anos 90?

Jornada

Essa publicação é uma forma de auto-ajuda =D. Comecei a ficar tão obcecada e impressionada com o assunto que, quando percebi, estava compilando uma implementação customizada de Bluetooth para configurar meu ambiente de desenvolvimento. Assim começou essa nota e por isso vou registrar aqui tudo que aprendi após descobrir que fones bluetooth são terríveis para chamadas.

No fim, desisti de resolver o problema definitivamente e decidi aguardar os pr√≥ximos cap√≠tulos, mas descobri um novo hobby: avaliar a qualidade de headsets. Combina exatamente duas coisas que gosto muito - m√ļsica (a parte te√≥rica e f√≠sica) e tecnologia. Quem sabe come√ßo a escrever review de uns dispositivos por a√≠.

Comecei buscando, furiosamente, a origem do problema. Inicialmente achei que poderia ser algo específico com hardware, sistema operacional, versão do Bluetooth, etc. Tudo isso é relevante, mas nenhum deles era o problema real.

Problema

Tecnicamente, qual é o problema?

Quando conectei meus fones e comecei a testar notei que o √°udio e os controles funcionavam perfeitamente ouvindo m√ļsica mas, quando eu mudava para uma liga√ß√£o, o √°udio ficava horr√≠vel e o microfone tamb√©m. Geralmente os controles tamb√©m pioravam - funcionavam de forma limitada ou n√£o respondiam.

Se você jogar imediatamente esse problema no Google bastante gente menciona que o problema é no Ubuntu/Linux (spoiler: não é).

Quando estamos ouvindo m√ļsica (ou seja, audio sendo transmitido de forma unidirecional) o perfil Bluetooth utilizado √© o A2DP, com qualidade quase HD. J√° quando estamos em uma chamada (ou seja, audio sendo recebido e enviado, transmitido de forma bidirecional) o perfil Bluetooth utilizado √© o HSP/HFP, com qualidade quase rid√≠cula =D.

Esse √© um problema antigo e uma implementa√ß√£o mais antiga ainda, de quando a qualidade de √°udio por telefones j√° era uma coisa m√°gica, bem distante da realidade atual. Em s√≠ntese algumas limita√ß√Ķes s√£o respons√°veis por esse problema:

Afinal, existe uma solução para esse problema? Sinceramente, mais ou menos. Vou explorar melhor no próximo tópico, mas a verdade é que não existe ainda uma solução definitiva, ainda que parece que ela está a caminho.

Solução

A triste verdade é que ainda não existe uma solução definitiva para o problema, mas algumas alternativas são possíveis e parece que a correção está a caminho.

#1 Semi Gambiarra: FastStream Codec e software propriet√°rio

O objetivo do codec FastStream é habilitar comunicação bi-direcional utilizando o perfil A2P2 (ou seja, justamente resolver o problema) e parece que ele sucede relativamente bem nisso.

No entanto a solução é trabalhosa e cara: é necessário encontrar headsets específicos que suportem FastStream e adquirir um adaptador de bluetooth separado para o computador/notebook.

No Brasil existem pouquíssimos ou nenhum à venda, por isso não testei, mas gostaria; a implementação é bem curiosa e interessante.

Al√©m disso existe a op√ß√£o de software propriet√°rio. Solu√ß√Ķes oferecidas pela Jabra, por exemplo, trazem uma implementa√ß√£o pr√≥pria e panteteada que promete resolver o problema. Fiquei muito inclinada e com muita vontade de experimentar o Jabra Evolve 2 65, mas o or√ßamento n√£o permite e n√£o existe revenda autorizada para pessoas f√≠sicas no Brasil.

#2 Super Gambiarra: Microfone separado

Essa é uma semi solução, mas foi a que acabei utilizando após pesar o custo-benefício. A ideia é adquirir um microfone USB de mesa e aí utilizar um fone sem fio apenas para o áudio (como os podcasters fazem).

Isso garantiu mobilidade mínima para ir beber água ou esticar as pernas sem perder o que está acontecendo, mas gera uma situação engraçada de largar a cafeteira e sair correndo para responder quando alguém chama. Além disso, a qualidade desses microfones não é perfeita para quem divide o escritório: mesmo os do tipo cardioide captam bastante som externo então precisa ficar esperto no push-to-talk ou então deixar as pessoas do outro lado sofrendo com qualquer vibração na mesa e falas de companheiros de casa.

Fora do Brasil tamb√©m existem op√ß√Ķes desse microfone apartado sem fio, que tamb√©m resolveria o problema e sem atrapalhar a mobilidade. A tecnologia do microfone √© excelente, os testes de qualidade de √°udio dele s√£o surpreendentes, esse seria um teste interessante e existem reviews bem promissoras, mas n√£o tem no Brasil.

#3 Esperança: Bluetooth 5.2

A especifica√ß√£o da mais recente vers√£o do Bluetooth (5.2) foi lan√ßada recentemente e tr√°s umas novidades muito atrativas e que mudam bastante em rela√ß√£o as vers√Ķes anteriores.

Vale a pena ler o material completo, mas o que interessa para esse cenário é: MultiStream e o novo codec LC3.

Na teoria essas mudanças vão possibilitar que o a recepção e transmissão de áudio sejam feitas ao mesmo tempo em alta definição, mantendo os benefícios de baixo consumo de energia e com alcance e qualidade ainda maiores e mais estáveis.

Mas bluetooth √© a √ļnica op√ß√£o sem fio?

N√£o!

Existem op√ß√Ķes de headsets sem fio que utilizam a tecnologia sem fio 2.4ghz e n√£o sofre com os problemas do Bluetooth. Obviamente que nada √© um mar de rosa e ela sofre com v√°rios outros problemas, um deles, sendo o pre√ßo bem mais caro e a mobilidade menor j√° que na maioria das vezes o alcance √© menor (30m do Bluetooth contra a m√©dia de 12m dos Wireless).

Essa tecnologia é geralmente encontrada em Headsets Gamer, que podem ser uma opção para quem está buscando conforto, bom áudio e bom microfone. Atualmente estou de olho em dois:

Vale ressaltar que se voc√™ curte muito ouvir m√ļsica em alta defini√ß√£o nenhuma tecnologia sem fio ainda chega na mesma defini√ß√£o que fones com fio. A maioria das pessoas n√£o vai notar a diferen√ßa, mas algumas pessoas sim.

Referências


ūüĆŅ Budding s√£o anota√ß√Ķes e ideias que j√° revisei e editei minimamente. Est√£o come√ßando a tomar forma, mas ainda precisam de refinamento. O que √© isso?